O Barcelona gostou mias que o Manchester City e Real Madrid CF

Partilhar no:
Loading...
Loading...
Mais Vistos

Antes do regresso de Joan Laporta à presidência do Barcelona, o clube azulgrana seguia metido numa dinâmica de gastos insustentável. Segundo um relatório da UEFA ao qual o ‘Mundo Deportivo’ teve acesso, foi o clube que mais gastou na temporada 2020-21.

 

No total, 487 milhões de euros numa só temporada. Nenhum clube do mundo teve mais gastos que o Barcelona, que pagou 393 milhões de euros em pagamentos ao plantel com uns salários que foram uma das principais razões que levou o clube à delicada situação financeira atual.

 

O segundo na lista é o Manchester City, que teve gastos de 433 milhões de euros (330 para jogadores e 102 noutros assuntos). O Real Madrid alcançou os 411 ‘kilos’, com menos 36 milhões em pagamentos ao plantel.

 

PSG, Liverpool, Bayern de Munique, Manchester United e Atlético de Madrid completam o top de equipas com maiores gastos na temporada 2020-21, que terminou com a vitória do Chelsea de Thomas Tuchel na Champions League.

Loading...

 

No verão posterior, a direção do Barcelona assumiu vários cortes em todos os sentidos para devolver o clube a uma posição mais adequada com o seu volume económico. Ainda continua esse processo.

 

Das grandes ligas, a Premier foi a que mais investiu com 3.753 milhões de euros, enquanto que em Espanha foram alcançados os 2.124 ‘kilos’. Uma diferença abismal, também com o resto das competições, que foi crescendo nos últimos anos.

 

A Bundesliga ocupa a seguinte posição a nível de grandes ligas da Europa com 1.814 milhões de euros. Neste caso, o Bayern domina a economia alemã e segue-se o Dortmund, que tem facturado bastante nos últimos anos.

Loading...

Leave a Response